quinta-feira, 18 de junho de 2009

Ministro de quatro membros

O ministro Gilmar Mendes, homem tão sapiente, acaba de dizer no Jornal da Globo que não é mais preciso registro no "Ministério da Educação (sic)" para exercer a profissão de jornalista.

Cabe lembrar ao ministro:

Também não é necessário registro no CRM para exercer a profissão de advogado. Tem que procurar a OAB.

No caso dos jornalistas, era preciso procurar o Ministério do Trabalho, sábio ministro!

Aliás, não estaria na hora de extinguir o registro (a prova e a absurda mensalidade) na OAB para o exercício da profissão de advogado?

Também não estaria na hora de acabar com essa história de ministro do STF ser escolhido pelo Presidente da República?

Não estaria na hora, ainda, de publicar, após trânsito em julgado, o fim da hiprocrisia neste país?

2 comentários:

Josemar disse...

Eu vi essa entrevista do GM. Tava todo prosa, com ar de missão cumprida.
Acho qeu tá na hora de provocar sim. Com diz o Julimar:
"Será que tem como fazer um movimento pra cair a obrigatoriedade do diploma de advogado? É mais arte e teatro do que técnica."

Flávia D. disse...

Pois é, pra ver quem são os homens do poder nesse país.
Gostei do blog. Abraço