quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

No estaleiro


Fim de ano é hora de verificar as avarias de 2009 e dar uma garibada no casco de meu invólucro. Bem assim como essa rapaziada da Armação da Pântano do Sul, em Florianópolis, está fazendo com a baleeira. O blog vai dar uma alienada, vez por outra postando algumas amenidades. Se já não dava tempo para atualizar com mais frequência o Botelheco na correria de Brasília, agora, com coisa muito mais importante para fazer na ilha, minha rede será outra. Abaixo, meu filho Pedro dá um exemplo de uma das atividades estafantes que terei de me ocupar nas próximas semanas.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Pavan e seu "Gastão" de Natal

Conheci o advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho no início de minha carreira como jornalista. Ele, na trilha de seu pai, também dava os primeiros passos no Direito. Lembro, como se fosse hoje, de seus olhinhos brilhando ao pegar um maço de oncinhas após soltar mais um trafica da 1º DP de Florianópolis. Era incrível seu "sexto sentido". Chegava sempre na delegacia antes do preso sair do camburão. "Se bobear fazia campana com a polícia antes do flagrante", matutei certo dia.

Hoje seu negócio e pre$tígio cresceram. Mulheres de traficas não vendem mais as mobílias da casa para pagar seus honorários. Gastão evoluiu.

Não é a toa que nesta quinta-feira assumiu a defesa do vice-governador catarinense Leonel Pavan.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Grampos da PF complicariam Pavan

Fontes catarinenses que circulam em Brasília afirmam que começa nesta quinta-feira o inferno astral do vice-governador do estado Leonel Pavan. Garantem que a Polícia Federal tem um mãos uma gravação que flagra o político negociando facilidades para um empresário do ramo de combustíveis investigado por sonegação fiscal. O delegado responsável pelo caso entregou, nesta quarta-feira, ao Tribunal de Justiça, o inquérito da Operação Transparência, que investigou o esquema. O grampo foi junto. Dizem que a gravação é inflamável e que deve "vazar" nesta quinta. É esperar para ver.

Todo o esquema se dá no setor de distribuição de combustíveis. O empresário investigado pela PF teria pressionado Pavan para anular decisão da fazenda catarinense que retirou a inscrição estadual de sua empresa. O rolo se deu por não pagamento de débitos. Pavan não conseguiu dar um jeitinho. O fisco negou o favor. Essa, segundo antigos aliados de Pavan, é apenas a primeira pedra a ser atirada na vidraça do vice-governador que sonha em se aboletar no Palácio Barriga Verde.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Seminário reúne Palhaços em Brasília

A Câmara dos Deputados promove na próxima quinta-feira (10/12), em Brasília, o I Seminário dos Palhaços Brasileiros. Se levarmos em conta a roubalheira descarada que toma conta do Distrito Federal, vai faltar lugar no auditório para tanto eleitor que está com cara de palhaço.

Proponho que convidem o Arruda para fazer um número de corda bamba. Se bem que a maioria preferia usá-lo como bala humana naquele famoso canhão do picadeiro. Sem direito a rede de segurança e com passagem só de ida para bem longe do governo.

Tenho certeza que os palhaços que participarão do evento da Câmara também estão indignados com esse novo escândalo de Brasília. Até porque artistas profissionais como eles não compactuam com palhaçada sem graça.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Agora foi

O tal vídeo que cita a cúpula do PMDB como beneficiária do Mensalão do DEM finalmente chegou a telinha nos telejornais do meio dia. Foram quase 24 horas de gaveta. A alegação para a não veiculação ontem era a avaliação jornalística de que o material era "insipiente". Ontem era, hoje não é mais.

Deu dor de barriga na mídia? Foi o panetone?

Eram 16 horas em Brasília. A maior rede de televisão do país tinha nas mãos um vídeo que incriminava a cúpula do PMDB, no meio dela o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, no escândalo do “mensalão do DEM”. Estou até dando um desconto, pois foi nesse horário que fiquei sabendo da notícia que não saiu no telejornal.

Uma hora depois, comendo um panetone que distribuiam na entrada anexo 2 da Câmara dos Deputados, recebi a notícia do teor de uma nota de Temer sobre a “bomba” que não saiu no telejornal.

Já pelas sete da noite, na minha sala, fui informado que havia uma “tocaia” na casa da fonte da notícia. Jornalistas estavam desesperados. A maior rede de televisão do país iria dar “o furo” em seu principal noticiário e eles teriam que “correr atrás”.

Fiquei aguardando o telejornal. Começou, terminou...e nada.

O portal de notícias da organização que comanda a emissora também não registra.

Às 21h06 o Portal IG trouxe a notícia em destaque, com vídeo e tudo. Relatava que “conversa gravada no dia 17 de setembro de 2009, o ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa e o empresário Alcir Collaço, dono do jornal Tribuna do Brasil, conversam sobre números que traduziriam valores remetidos a parlamentares do PMDB: Tadeu Filippelli (DF), Henrique Eduardo Alves (RN), Eduardo Cunha (RJ) e o presidente da Câmara, Michel Temer (SP)”. Durval, o grampeador da vez, dizia no vídeo divulgado pelo IG que “R$ 500 mil para o Filippelli para fazer... vai R$ 100 mil para o Michel, R$ 100 mil para o Eduardo e R$ 100 para o Henrique Alves. São 800 pau”.

A Folha Online deu, às 21h57, nota de Temer negando envolvimento com o esquema.

Às 22h03, o Congresso em Foco registrava.

O Blog do Noblat repercutiu a notícia às 22h30

Às 22h31 o IG traz às explicações de Temer.

O Portal Terra dá a notícia às 22h46.

Fluminense perde mais uma final para a LDU. Entra o segundo jornal da maior emissora. Começou, terminou...e nada.

Por volta da meia noite o IG sumiu com o destaque. Tirou a notícia da “capa” do Portal, das "capas" internas. Não dava para achar fácil a “bichinha”. Mas no Google era possível encontrar (será que os links ainda funcionam?).

Nenhum dos principais sites de notícia também mantinha destaque.

Estou indo dormir com gosto de “panetone azedo” na boca.

Não sei se a justiça interferiu, se alguém amarelou, se a edição achou que não era notícia ou se surgiu uma dor de “barriga” tremenda.

Se o caso é de “congestã”, ela é grave. Pois no dia anterior toda a mídia nacional deu destaque, em alguns casos até sensacionalistas, para vídeos semelhantes atingindo outros políticos, todos de oposição ao governo Lula. Assim como no caso de Temer, Durval, em conversa com interlocutores, citava nomes de pessoas e as quantias que elas recebiam em dinheiro do esquema. Um bate papo sem flagrante da entrega de notas.

Diferente dos outros vídeos natalinos, entre eles o flagrante do governador Arruda, que escancaram a farra das malas, pacotes, meias e cueca recheadas.

Só me resta uma certeza: O nosso Globo dá voltas em torno de uma estrela.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Manifestantes tomam Câmara do DF

Mais de 500 manifestantes acabam de invadir a Câmara Legislativa do DF. São estudantes, funcionários públicos e até policiais civis em greve. Portas foram arrebentadas e o plenário da Casa está tomado, num ato jamais visito no Distrito Federal. Com camisas e faixas de "Fora Arruda", os manifestantes afirmam que só desocupam o prédio após o governador deixar o cargo.

É o reflexo mais drástico da crise que atingiu o governo do Distrito Federal após o estouro do escândalo da propina.

Enquanto o pau come, dirigentes do PT local articulam um pedido de intervenção federal no DF.

Entre os ocupantes da Câmara estão vários sindicalistas, que tentam "organizar o movimento".

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Panificação

Estou pensando em largar o jornalismo e entrar para o ramo de panificação. Minha idéia é montar uma fábrica de panetones no Distrito Federal. Mas sem galhinho de arruda atrás da porta!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Cabral quer brincar de polícia e ladrão

Sem competência para controlar o avanço da violência e a roubalheira no Rio de Janeiro, o governador Sérgio Cabral (PMDB) resolveu apelar: agora os ladrões são os nordestinos.

É que temendo perder recursos dos royalties do petróleo para os demais estados do país, afirmou que o Nordeste quer roubar o seu estado.

Ora pois, "seo" Cabral! Se é caso de B.O. basta chamar a polícia do Rio. Será que dá para confiar nessa Tropa de Elite?

Leia mais sobre o assunto aqui.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Trilogia

Corre por aí que para a Brasil se tornar uma potência seria bom o Aécio Neves ser eleito em 2010 e o Gabeira em 2014.

Aí teríamos completado a trilogia fuma (Gabeira), bebe (Lula) e cheira (Aécio).

O ano de 2024 já está reservado para o Kassab.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Apagão: A culpa é do Magrão



Essa brincadeira é um desagravo a Judas e a Jesus.

Dona Marisa, Lula e o apagão

Dizem que a culpa do apagão é da Dona Marisa. Ontem, antes de se deitar, falou para o Lula:

_ Amor, antes de vir para a cama apague a luz.

Site do ministério do Lobão acordou

O site do Ministério de Minas e Energia acordou. As 13h20 de hoje (11/11), 15 horas após o início do apagão, a página publicou nota oficial sobre o blecaute. O texto empurra a culpa do caos para São Pedro. Já o sítio do Operador Nacional do Sistema (ONS) continua ignorando o assunto.

Site do Ministério de Minas e Energia ignora apagão

Os sites do Ministério de Minas e Energia e do Operador Nacional do Sistema (ONS) ignoravam, até às 13 horas de hoje (11/11), a ocorrência de um apagão energético no país que atingiu 18 estados. Na página da pasta do ministro Edison Lobão a manchete era "Produção nacional de gás natural bate recorde". Já a seção de últimas notícias trazia como informação mais recente a matéria "MME aprova diretrizes para Leilão A-1'", postada no dia de ontem (10/11).
O sítio da ONS seguiu o mesmo caminho. Nenhum comunicado sobre o apagão. Na sala de imprensa a informação mais atual era o "Boletim de Carga Mensal - Outubro/2009 - preliminar". Se os dados de outubro ainda são preliminares, imaginem os do apagão de ontem.

Mais uma amostra de que o governo Lula é muito bom em propaganda e péssimo em informação. Em plena era digital a administração petista deixa os internautas no escuro.

Não é de se estranhar. Em 24 de novembro do ano passado, quando a tragédia de uma enchente atingia Santa Catarina, o Botelheco mostrou que o site da Secretaria Nacional da Defesa Civil trazia como destaque o ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, entregando uma medalha para Lula. Com direito a foto sorridente e tudo!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

EBC agora dá tudo, mas não presta satisfação

Até que o Botelheco serve para alguma coisa. A EBC acaba de alterar a sua resenha eletrônica para colocar a íntegra da matéria de O Globo, sobre o Enade (leia abaixo), que havia sido esquartejada junto com as críticas do presidente da Fenaj, Sérgio Murillo de Andrade. No entanto, a empresa não deu qualquer satisfação a seus leitores, nem uma erratinha sequer.

Alguém deve ter avisado que o corte "pegou mal".

EBC censura presidente da Fenaj

Não satisfeito em fazer propaganda do governo Lula na prova do Enade, o Planalto resolveu censurar a opinião do presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murillo de Andrade, no clipping divulgado hoje pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a estatal de mídia do governo. Ao reproduzir a matéria, a empresa simplesmente cortou os três primeiros parágrafos do texto que, por coincidência, trazem as críticas de Sérgio Murilo à postura do governo.

Além de escamotear a fala do representante maior dos jornalistas do país, a EBC ainda comete uma baita injustiça com um companheiro. Sérgio Murillo é de longa data simpatizante do PT. Fez inúmeras campanhas petistas em Santa Catarina e, não há como negar, ajudou muito no fortalecimento da legenda no estado.
Presto aqui minha solidariedade ao conterrâneo, que teve sua opinião "podada", sem dó nem piedade, no órgão de divulgação do governo Lula.

Na certa vão alegar que foi um erro operacional.

Segue abaixo, para não deixar dúvida, o que a EBC divulgou e a íntegra da matéria de O Globo de hoje, com negrito no trecho suprimido da resenha.

NA EBC
MEC faz propaganda do governo no Enade

Das dez questões de conhecimentos gerais comuns às 27 carreiras do ensino superior avaliadas anteontem pelo Enade, seis elogiam ações do governo Lula ou criticam a imprensa. Uma trata do "possível êxito" da campanha para reduzir o uso de sacos plásticos. Outra, em afinidade com o Planalto, diz que Lula foi criticado pela mídia ao afirmar que a crise seria uma marolinha no Brasil, mas que agora tais previsões são confirmadas pela imprensa estrangeira. Numa pergunta sobre F-1, todas as opções de resposta criticam a mídia.


Resposta certa, só a favor do governo

Questões do Enade elogiam ações da gestão Lula e são criticadas por professores universitários
O professor de políticas públicas da Universidade de Brasília (UnB) Ricardo Caldas condenou a questão 19.

Ele disse não ver problemas na menção a ações federais nas outras quatro perguntas, já que Lula está há quase sete anos no poder.

— Parece mais um discurso de autodefesa do Lula, quase ufanístico: o presidente tinha razão, mas somos uma democracia e temos que tolerar as críticas. É tendenciosa.

O professor de jornalismo e ética na comunicação da UnB Luiz Martins da Silva afirmou que não existe fórmula para evitar a politização de questões.

Mas, para ele, é elementar que se evitem perguntas que deem margem a suspeitas de alinhamento político.

Reynaldo Fernandes, presidente do Inep, órgão responsável pelo Enade, disse que uma comissão de sete professores definiu as diretrizes das provas, mas coube à empresa Consulplan, contratada para realizar o exame, formular as questões: — Era uma discussão (a da “marolinha”) sobre o direito à crítica.


EM O GLOBO
MEC faz propaganda do governo no Enade

Das dez questões de conhecimentos gerais comuns às 27 carreiras do ensino superior avaliadas anteontem pelo Enade, seis elogiam ações do governo Lula ou criticam a imprensa. Uma trata do "possível êxito" da campanha para reduzir o uso de sacos plásticos. Outra, em afinidade com o Planalto, diz que Lula foi criticado pela mídia ao afirmar que a crise seria uma marolinha no Brasil, mas que agora tais previsões são confirmadas pela imprensa estrangeira. Numa pergunta sobre F-1, todas as opções de resposta criticam a mídia.


Resposta certa, só do governo

BRASÍLIA - Das dez questões de conhecimentos gerais comuns às 27 carreiras avaliadas pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), domingo, quatro fazem elogios a ações do governo federal . Uma delas, a número 5, menciona o impacto do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) sobre o meio ambiente. Na prova de Comunicação Social, aplicada a universitários de seis carreiras, entre elas jornalismo, a questão 19 cita diretamente o presidente Lula. A questão foi criticada por professores universitários e pelo presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murillo de Andrade.
O enunciado diz que Lula foi criticado pela mídia ao afirmar que a crise financeira mundial seria uma marolinha no Brasil. Mas, continua, "agora é a imprensa internacional que lembra e confirma a previsão de Lula".
- Está mais para relações públicas e propaganda do que para uma prova com o objetivo de verificar o conhecimento dos estudantes. A pergunta confirma a opinião do presidente, o que acho discutível. Não é um consenso que a crise tenha sido superada. Para quem perdeu o emprego, foi uma baita de uma crise - disse Andrade.

O professor de políticas públicas da Universidade de Brasília (UnB) Ricardo Caldas condenou a questão 19. Ele disse não ver problemas na menção a ações federais nas outras quatro perguntas, já que Lula está há quase sete anos no poder.

- Parece mais um discurso de autodefesa do Lula, quase ufanístico: o presidente tinha razão, mas somos uma democracia e temos que tolerar as críticas. É tendenciosa.

O professor de jornalismo e ética na comunicação da UnB Luiz Martins da Silva afirmou que não existe fórmula para evitar a politização de questões. Mas, para ele, é elementar que se evitem perguntas que deem margem a suspeitas de alinhamento político.

Reynaldo Fernandes, presidente do Inep, órgão responsável pelo Enade, disse que uma comissão de sete professores definiu as diretrizes das provas, mas coube à empresa Consulplan, contratada para realizar o exame, formular as questões:

- Era uma discussão (a da "marolinha") sobre o direito à crítica.
PS1: A resenha da EBC é copiada por outros órgãos oficiais, como a Câmara dos Deputados, que também reproduziu, por tabela, a matéria "podada".
PS2: O nome da EBC foi corrigido. A Empresa Brasil de Comunicação estava erroneamente citada pelo blog como Empresa Brasileira de Comunicação.

Quem será a próxima capa da Playboy?

Tenho certeza que, com seus profundos conhecimentos acadêmicos, a Uniban tem a resposta.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Lula quer enterrar o Brasil

Parece piada, mas não é. O governo Lula deve lançar em dezembro o bolsa-funeral, um mimo de Natal para os brasileiro. Dizem por aí que a iniciativa faz parte do PEB (Projeto para Enterrar o Brasil), um empreendimento do PAC (Programa de Aceleração dos Cemitérios).

Dia desses um colega de trabalho me contou que foi contratar uma doméstica e pediu para assinar a carteira dela. Iria pagar R$ 650. A moça recusou. Disse que só aceitava sem carteira, pois com a formalização perderia os R$ 160 que ganha do bolsa-família. Preferiu dispensar o emprego para ficar em casa à toa e receber o benefício do governo federal.

Se a moda pega vai ter muito camarada empurrando parente para a cova...

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Boldo

Passei por dois pés de boldo hoje. Um, quando fui levar meu filho para a escola, e outro, na hora em que resolvi almoçar nas babilônicas instalações da Leninha, ao lado do Congresso. Se boldo tivesse número eu cercava no bicho. Acho que vou apostar no 51...

Chivas patrocina prêmio para Lula

A Chivas Brothers, famosa fábrica de uísque, é uma das empresas patrocinadoras do prêmio Chatham House, que será conferido ao presidente Lula nesta quinta-feira, em Londres. Famoso por apreciar a boa manguaça, mania que já lhe garantiu reportagem especial no The New York Times, Lula deve estar satisfeito. Não vai faltar birita na festa.


Até aí, apenas uma peraltice etílica desculpável. O grave mesmo é que esse prêmio vai entornar dinheiro dos contribuintes brasileiros. Além do Chivas, revelado aqui pelo blog, também patrocinam o evento, como informa o site do Claudio Humberto, a Petrobrás, o Banco do Brasil e o BNDES.



É uma maravilha: Boca livre regada a Chivas e bancada com dinheiro do povo.


terça-feira, 3 de novembro de 2009

PDT quer prender senadores para empossar ficha suja

O PDT bateu o pé nesta terça-feira, no Senado, para exigir a cassação do senador Expedito Filho, do PR de Rondônia, condenado pelo TSE por comprar de votos. Ameaçou até entrar com pedido de prisão preventiva contra os integrantes da Mesa do Senado que se negam a cassar Expedito. Até parece um ato nobre.

No entanto, os herdeiros de Brizola fazem tudo isso para por em seu lugar o empresário Acir Gurgacz, presidente do partido em Rondônia. Na sua ficha é possível destacar que foi indiciado pela Polícia Federal sob acusação de uma fraude de R$ 20 milhões contra o Banco da Amazônia (Basa). Responde pelos crimes de lavagem de dinheiro, crime contra o sistema financeiro e formação de quadrilha. Esse último, por, segundo a PF, ter atuado na fraude na companhia de seu pai, Assis, da mãe, Nair, e do irmão Algacir.

Gurcaz é dono da empresa Eucatur (União Cascavel), que explora há mais de 20 anos o sistema de transporte coletivo de Manaus. De quebra, ainda faz as linhas interestaduais entre Amazonas e Roraima.

Nada de se estranhar num Senado presidido por José Sarney.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Quer ir para a Puta que Pariu?



Agora você já pode comprar uma passagem para mandar aquele pentelho para a Puta que Pariu. O lugar existe mesmo. É um bairro da cidada mineira de Bela Vista de Minas.

Pensei que era piada e fui checar. Não é nada de photoshop, o lugar realmente existe. Ao confirmar a história, só me veio uma coisa na cabeça: Putaqueopariuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

SAI DO ARMÁRIO, REQUIÃO!


A fixação do governador do Paraná, Roberto Requião, em fazer piadas com gays é tão grande que o povo já identificou a causa: ele só pode ser "homossexual enrustido". Para ajudá-lo psicologicamente a assumir essa sua faceta (a de louco todo mundo já conhece), estamos lançando a campanha "SAI DO ARMÁRIO, REQUIÃO!".

Se for homem, Requião aceitará o desafio. Até porque ser gay é motivo de orgulho para muitos homens. Por outro lado, ser desequilibrado, preconceituoso e grosseiro é motivo para vergonha.

Por isso repetimos: "SAI DO ARMÁRIO, REQUIÃO!".

ps: As próximas Paradas Gays devem homenagear o governo. Trarão no carro abre-alas um boneco da autoridade, fantasiado de "Maria, a Louca", saindo de dentro de um armário.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Lula encarna o Mutley

Hoje, no Rio, o presidente Lula afirmou que o Brasil não vai deixar os "gringos" ganharem medalhas nas Olimpíadas de 2016.

Resta saber se vai contratar os traficantes do Morro dos Macacos para "parar" os atletas estrangeiros ou se vai mandar todos para Cuba, como fez com os atletas do escrete de Fidel que pediram asilo ao Brasil durante o Pan de 2007.

Há ainda a hipótese de todas as medalhas terem o mesmo destino da taça Jules Rimet. Não custa lembrar que em 20 de dezembro de 1983 o troféu de nosso tri de futebol foi roubado e derretido para a venda de seu ouro. No Rio!

Desse jeito, caro Lula, não vai sobrar nem para o Mutley.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

'Eso um monstro"

Lá na minha terrinha os manezinhos da ilha vivem distribuindo o Prêmio Esso quando um malaco apronta das boas.

_ "Vais ganhar o prêmio Esso, eso um monstro".

Mas hoje recebi uma notícia que não é brincadeira. Meu camarada Lúcio Lambranho, manezinho da ilha adotado (fez faculdade comigo na UFSC e morou duas décadas na ilha) acaba de ganhar, de verdade, o Prêmio Esso, junto com toda a equipe do site Congresso em Foco. Parabéns para todos. Eles faturam a catagoria "Melhor contribuição à imprensa". Com certeza a série da "Farra das Passagens" impulsionou a conquista.

Saiba mais

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Análise de discurso

Estava aqui filosofando sobre a semelhança entre pastores, políticos e autores de livros de auto-ajuda. Cheguei a seguinte conclusão:

Os três, na maioria da vezes, só falam o que você quer escutar e cobram caro por isso.

Pensei em colocar o diabo na lista, mas seria uma injustiça. O capeta só leva a alma, não tira o couro.

"Répi Ru" alavanca carreira

Um estudo científico de meio século provou que o "répi ru" depois do expediente impulsiona a carreira profissional e aumenta o salário dos chegados no copo. Confira abaixo a pesquisa feita na (hic, hic) Escócia, que circula pela internet.


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Dilma bate recorde e sai da malha fina


Está batido o primeiro recorde das Olim(pá pá, pá)píadas 2016 do Rio de Janeiro. Bastaram seis dias para a candidata do PT a Presidência da República, ministra Dilma Rousseff, escapar da "malha fina" da Receita Federal. Na terça-feira passada (13/10) , o site do órgão mostrava que sua declaração de Imposto de Renda continha "pendências", o que segundo técnicos do Leão significa que a ministra havia caído na malha fina. Hoje (19/10), o mesmo site informa que a declaração da "Mãe do PAC" foi processada e o alerta de "pendências" desapareceu. Agilidade olím(pá, pá, pá)pica essa da nova gestão da Receita, que está de parabéns. Diferente dos tempos em que o órgão era comandado por Lina Vieira, demitida do cargo após negar um pedido de Dilma para que "agilizasse" investigações em empresas do clã Sarney.

Mas calma aí! Dilma não bateu esse recorde sozinha. Por justiça cabe lembrar que a façanha é tripla.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, que também constavam na última semana como vítimas da "puçá" do Leão, estão agora fora da "malha". As "pendências" sumiram, porém eles tiveram que por a mão no bolso. Os dois terão que pagar imposto de renda. Gabrielli autorizou o débito automático em sua conta, mas o ministro da Fazenda não permitiu ainda essa moleza para o Leão.

Anti-dopping
Mas esse recorde precisa passar pelo exame anti-doping. É que apesar de se livrar das "pendências", a ministra Dilma não consegue ainda tirar uma certidão negativa de débitos no site da Receita. O órgão informa que "as informações disponíveis na Secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB sobre o contribuinte xxx.xxx.xxx-xx são insuficientes para a emissão de certidão por meio da Internet". Com isso, a ministra precisa procurar o Centro Virtual de Atendimento e-CAC ou então consultar a página "Orientações para emissão de Certidão nas unidades da RFB".

Vantagem para Mantega e Gabrielli, que já podem ter acesso ao "nada consta" pela internet.

É o Brasil mostrando sua força olím(pá, pá, pá)pica para o povo!
ps1: A foto, da internet, é meramente decorativa.
ps2: Cair na malha fina não significa que o contribuinte lesou o fisco (sonegou) ou cometeu qualquer tipo de crime fiscal. Pode ser o caso ou não. Algumas declarações caem na malha fina por incorreções de dados básicos, como endereço, ou por erros no preenchimento dos formulários.

Honduras e solução à gaúcha

O impasse em torno da crise política em Honduras virou novela mexicana. O presidente deposto, Manuel Zelaya, que faz piquenique na embaixada brasileira, já deu mais de 20 prazos para que a turma do golpista Roberto Micheletti lhe entregue o poder.

Meu colega William Passos diz que o "chapeleta" está adotando uma tática gaúcha e repete sempre a mesma frase para "Goriletti":

_ Dou 24 horas para que tu saias de cima de mim, tchê!

Bandidagem

Circula no Rio a informação que políticos vinham impedindo há alguns meses as investidas da polícia nos morros da cidade para evitar confrontos com traficantes. Previam que um embate violento, como o que aconteceu sábado, com a derrubada de um helicópero da PM e a morte de 12 pessoas, poderia prejudicar a escolha da cidade para sediar as Olímpiadas de 2016.

Após a escolha, as blitz nos morros foram liberadas, e de imediato foi dada a largada para os treinos da modalidade de tiro ao alvo.

Como sempre, Carlos Arthur Nuzman saiu ileso.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Trio parada dura

Olha só a encrenca. Li nesta quarta-feira, no jornal Valor Econômico, que o coordenador da campanha de Dilma será o "pitaqueiro internacional" de Lula. Imaginem a união dos desastres de Marco Aurélio "top, top" Garcia (acidente da TAM, invasão das refinarias da Petrobrás na Bolívia, materialização de Zelaya na embaixada em Honduras) com os chiliques da dona Dilma.

Para completar, só falta convocar o destemperado Ciro "dormir comigo" Gomes para vice. Um verdadeiro trio parada dura. Parada dura de engolir!

Virou charge

E não é que virou charge do Frank no jornal A Notícia de Santa Catarina. Mais sobre o trabalho no Xinelão.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Enforcando 2015

De Arildo Salles Dória, meu colega de trabalho:

"Com a Copa em 2014 e as Olímpiadas em 2016 vamos enforcar 2015".

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Inveja (e orgulho) do nosso hino

Fiquei com inveja de um post do Cesar Valente no De Olho na Capital e resolvi replicar o nosso hino aqui meu no boteco. Com vocês o Rancho do Amor à Ilha interpretado pela belíssima Julie Philippe e pelo Wagner Segura.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Bom negócio: Rafale é 2 em 1

O Brasil fará um bom negócio se confirmar mesmo a compra de 36 caças Rafale da França. Trata-se de um produto 2 em 1. É que além de jatos os aviões da Dassault funcionam como submarimos. Nesta quinta-feira dois deles mergulharam no Mar Mediterrâneo.

Confira aqui matéria da Folha Online que relata o exercício de treinamento.

Extra! Extra! Brasil inventa teletransporte

A trapalhada da diplomacia brasileira em Honduras pelo menos serviu para uma coisa: Acabamos de inventar o teletransporte.

O anúncio da descoberta foi feito pelo embaixador Gonçalo Mourão, chefe do Departamento de América Central e Caribe do Ministério das Relações Exteriores.

"Ele (Zelaya) quase se materializou na sala da nossa embaixada", disse.

É caso para Prêmio Nobel!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Proposta para Honduras

Se o problema todo é o bigode, bem que o Brasil poderia propor para Honduras o seguinte:

Nós ficamos com o Zelaya e entregamos a eles o Sarney.

E para não ficar com fama de imperialistas, podíamos dar de lambuja o Mercadante, o Belchior e uma foto autografada do finado PC Farias.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Ao recruta, Zero

Enquanto o presidente Lula anuncia um acordo militar com a França de R$ 32,5 bilhões para a compra de 36 caças, 4 submarinos, 51 helicópteros e tecnologia para se construir uma base, um estaleiro e um submarino de propulsão nuclear, os soldados brasileiros correm o risco de passar fome nos quartéis. Não bastasse a redução drástica de recrutas verificada nos últimos anos, o Planalto vem contigenciando as verbas das Forças Armadas. Somente no Orçamento deste ano, o Exército sofreu um corte de R$ 580 milhões.

O primeiro resultado foi a redução do efetivo, depois a adoção do meio expediente nos quartéis e agora o comando do Exército está adotando o racionamento de água, luz, telefone e alimentação nos 652 quartéis espalhados pelo país. Se a situação persistir, os equipamentos biolionários que serão adquiridos pelo governo precisarão de controle remoto.

Uma tremenda contradição que pode ser ilustrada da seguinte maneira: Para a França, bilhões; para o recruta, zero.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Virou moda perseguir a imprensa

Primeiro foi o Chávez, na Venezuela, que implicou com a imprensa. Depois veio a reboque a Bolívia de Evo Morales e o Equador de Rafael Correa, que por sinal agora vai propor uma lei para regular conteúdos da mídia . Ontem governo Kirchner mandou um batalhão de fiscais para fazer uma devassa no grupo argentino Clarín. A coisa não tá boa para nós jornalistas.

No Brasil, Lula vive implicando com a imprensa, reclama dos jornais e chegou ao ponto de inverter a história para dizer que ganhou projeção na política ao brigar com a mídia (sendo que todo mundo sabe que o mito Lula foi construído justamente pela imprensa).

O Congresso brasileiro também vive botando a culpa de seu descrédito na campanha difamatória feita pela mídia contra Renans, Sarneys e outros etc. Como vingancinha, querem limitar a cobertura da mídia nas eleições, principalmente nos veículos que tem a internet como suporte.

É de se cogitar que, além da gripe suína, a América do Sul está sofrendo de delirius fobicus jornalisticus.

Mas uma coisa é certa: Quando governos partem para cima da imprensa quer dizer que os jornalistas estão fazendo seu trabalho direitinho.

Governos não gostam de ouvir algumas verdades.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Revistinha de sacanagem dá cadeia

Atenção rapaziada! Andar com uma revista de sacanagem debaixo do braço, além de lhe dar fama de tarado, pode render dois anos de cana. Isso mesmo, em pleno século XXI a pornografia ainda é crime no Brasil. O Código Penal, que é de 1940, prevê a proibição da pornografia em seus artigos 233 e 234 (leia abaixo) do "moderno" capítulo "do ultraje público ao pudor". Por óbvio está em desuso. Iria faltar cadeia para tanto "sacana". Ah, também pode dar cana mandar alguém para aquele lugar no meio da rua.

Esse post inaugura aqui no blog a série Curiosidades Legais.

CAPÍTULO VI
DO ULTRAJE PÚBLICO AO PUDOR


Ato obsceno

Art. 233 - Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público:

Pena - detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Escrito ou objeto obsceno

Art. 234 - Fazer, importar, exportar, adquirir ou ter sob sua guarda, para fim de comércio, de distribuição ou de exposição pública, escrito, desenho, pintura, estampa ou qualquer objeto obsceno:

Pena - detenção, de seis meses a dois anos, ou multa.

Parágrafo único - Incorre na mesma pena quem:

I - vende, distribui ou expõe à venda ou ao público qualquer dos objetos referidos neste artigo;
II - realiza, em lugar público ou acessível ao público, representação teatral, ou exibição cinematográfica de caráter obsceno, ou qualquer outro espetáculo, que tenha o mesmo caráter;
III - realiza, em lugar público ou acessível ao público, ou pelo rádio, audição ou recitação de caráter obsceno.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Tiradente na Parada


Essa cidadão aí de cima foi um dos destaques "não oficiais' do desfile de 7 de setembro em Brasília. Enquanto fotógrafos se espremiam para clicar Lula e o presidente francês Nicolas Sarkozy, resolvi dar uma volta pela esplanada e dei de cara com o Tiradentes. O alerta cívico que ele trazia foi o mais contundente do dia.

Meu filho Pedro Augusto achou um barato. "Mas eu gostei mais da esquadrilha da fumaça", disse o garoto, que ficou brabo comigo porque acabou a pilha da máquina logo na hora do show de acrobacias. Como diz um fotógrafo amigo meu: "Minha máquina é ideológica!"

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Você é deputado, mas eu gosto de você!

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) usou um hit que caiu como uma luva no atual momento político brasileiro para movimentar uma manifestação que realizou nesta manhã na entrada do anexo II da Câmara dos Deputados. Empunhando cartazes com fotos de deputados eles montaram um corredor polônes na entrada do prédio e a cada parlamentar que passava iniciavam o coro:

Você é deputado, mas eu gosto de você!
Você é deputado, mas eu gosto de você!

O ato é em favor dos projetos que repõe as perdas dos aposentados e vincula o reajuste de suas aposentadoria ao aumento salário-mínimo.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Já para a pirâmide!

"O Azeredo precisa de um filho piedoso que diga a ele: pai, não se meta com a internet, fique sossegado na sua pirâmide".

Fernando Gabeira, na Folha Online, sobre a defesa que o senador Eduardo Azeredo faz da censura na internet durante as eleições.

E aí PSDB?

O PSDB tá precisando enquadrar seus senadores. É uma burrada atrás da outra em menos de 24 horas. Primeiro o senador Eduardo Azeredo tem a brilhante ideia de defender a censura da internet durante as eleições. Agora vem o Papaléo Paes e contrata para seu gabinete a mulher do Agaciel Maia, aquele ex-diretor do Senado que é o pai dos atos secretos.

Azeredo já deu sinais de arrependimento. No caso do Papeléo, o partido está pendindo que ele demita a moça. Deviam era demitir os dois.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Senadores da pedra lascada

O jornalista Frank Maia é chargista do jornal A Notícia, de Santa Catarina. Dê um pulinho no Xinelão Studio e confira o traçado do cara.

Censura na internet

Desconfio que os senadores Marco Maciel (DEM-PE) e Eduardo Azeredo (PSDB-MG) são completos ignorantes sobre o funcionamento da internet. Se não o forem, são censores. Pelo menos é o que se conclui da proposta de reforma eleitoral deles, aprovada hoje na CCJ do Senado, que prevê que a cobertura jornalística das eleições na internet não poderá emitir opiniões. Como assim?

Como ficam os colunistas e as milhares de pessoas que usam os espaços de comentários para emitir suas opiniões sobre o pleito. Aliás, como vão diferenciar opinião de análise? E os blogueiros? Quem vai ter condições de fiscalizar isso?

É mesmo muita cara-de-pau. Eles proíbem os veículos de emitir opinião, o que se configura censura (não há outro nome para isso), e ao mesmo tempo permitem que os políticos comprem espaço na internet para emitir suas opiniões.

E não me venham com a desculpa de que isso é para evitar que veículos privilegiem candidato A ou B, ou que políticos donos de meios de comunicação levem vantagem na disputa. Para isso, já existe o instituto do direito de resposta.

Meus caros senadores: Censura nunca foi sinônimo de justiça!

Até que a internet os separe

Você quer se separar e não tem saco para comparecer a dezenas de audiências, assinar uma montanha de papel e ainda ter de ficar cara a cara com a patroa que não lhe interessa mais? Prefere só sair de casa e deixar como está para não se incomodar?

Pois seus problemas acabaram. O Senado acaba de aprovar projeto que permite o divócio pela internet. A proposta ainda precisa ser aprovada pela Câmara, mas, pelo ritmo que os deputados trocam de mulher, não deve enfrentar objeção.

Está criada a expressão "até que a internet os separe".

Saiba mais sobre o assunto na matéria publicada pelo site Congresso em Foco.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Congresso nutritivo

Depois das pizzas servidas no Senado, agora foi a vez da Câmara investir na área da alimentação. Na semana passada, os parlamentares aprovaram, de uma só tacada, 60 datas comemorativas que serão incluídas o calendário oficial brasileiro. Entre elas eu destaco a parte comestível:

No dia 24 de maio será comemorado o Dia Nacional do Milho. A iniciativa é do deputado Paulo... Piau (PMDB-MG).

Já no mês de julho, o dia 08 será reservado para homenagens aos Trabalhadores em Massas Alimentícias. Para não sair do roteiro gastrômico, essa foi uma ideia do deputado Antônio Carlos Biffi (PT-MS).

Lá do além, o falecido deputado Adão Pretto (PT-RS) também deixou sua contribuição. Reservou o dia 16 de outubro para marcar o início da Semana Nacional do Feijão e Arroz.

Para não admitir que, no Congresso, tudo acaba em pizza, o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) saiu pela tangente. Fixou em 25 de outubro o Dia Nacional do Macarrão.

E, legislando em causa própria, a deputada Nilmar Ruiz (DEM-TO) instituiu o 27 de junho como o Dia do Quadrilheiro.

Eita nóis!

Não tá acreditando? Olha aqui.

Por que Lula é irrevogável?

Vez por outra sai um artigo na dita 'grande imprensa" nacional que foge dos padrões. Nesta terça-feira, Arnaldo Jabor publica uma coluna que merece destaque pelo simples fato de fazer pensar e incentivar o agir. Ótimo texto para exemplificar esse momento de letargia que vivemos. Leia a íntegra de "Lula é irrevogável" no blog do colega Gilvan Cavalcante.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Lula libera comentários em seu blog

Extra! Extra! Lula libera comentários em seu blog. Clique aqui e fique a vontade para comentar.

Sarney é fiador do futuro do Brasil


A foto de Rodrigues Pozzebom, da Agência Brasil, nem precisava de legenda. Mas já que Lula falou que o pré-sal é "dádiva de Deus", nada melhor do que levar o Homem, que não é uma pessoa comum, para posar ao seu lado durante o lançamento do projeto.

Espírito de Porco premiado

O documentário Espírito de Porco, dirigido pelos camaradas Dauro Veras e Chico Faganello, ganhou o prêmio de melhor filme na Mostra Internacional de Cinema pelos Direitos dos Animais, que encerrou neste domingo em Curitiba. Saiba mais sobre o documentário.

Incrível: Falta gente para moderar Blog do Lula

Finalmete consegui acessar o Blog do Planalto. Vi que a sessão Perguntas & Respostas tenta justificar porque a página não permite comentários. A descupla é incrível: falta gente para administrar a moderação.

Alega o Blog

O Blog do Planalto terá área para comentários?

Não. A princípio, o Blog do Planalto não terá área de comentários. Há dificuldades práticas para administrar essa interatividade.

Pergunto eu

Não daria para deslocar pelo menos dois dos 22 mil contratados em cargos comissionados para "administrar essa interatividade"?

Aliás, quanto esse blog de mão única está custando aos contribuintes? É possível responder ou é mais um "assunto de segurança nacional" como os gastos dos cartões corporativos da presidência?

Blog do Lula ou Meu Querido Diário?

Estreiou nesta segunda-feira o Blog do Planalto, um espaço na internet dedicado aos afazeres do presidente Lula e as ações (ou factóides) do governo federal. Só que mal o bichinho entrou no ar já emPACou (qualquer semelhança não é mera coincidência). Dizem que foi pelo grande número de acessos.

O Planalto informa que o espaço só tem capacidade para suportar 6 mil visitas simultâneas. Além disso, dá pau. Imaginem um país com mais de 190 milhões de pessoas com o blog de um presidente com essa capacidade. Se indagado fosse, Collor diria que a página de Lula é uma carroça. Só falta saber quem puxa o veículo.

Por falar em jumento, o Blog do Planalto não terá espaço para comentários. Pelo menos é o que os aceçores (com uma idéia dessa só pode ser escrito assim) informavam antes do lançamento. Vejam só a modernidade: o governo decide aderir a um instrumento que surgiu justamente para aumentar a interatividade na rede e excluiu o espaço onde os usuários podem se manifestar.

Se não mudaram de idéia (não consigo acessar a página para conferir) o Blog do Planalto pode, desde já, ser rebatizado de "Meu Querido Diário".

sábado, 29 de agosto de 2009

Limpeza


Grande charge essa do Frank Maia. Ao redor da Praça dos Três Poderes tem lavanderia para todo tipo de gosto.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Cadê as ponti, ô istepô!

Sensacional a imagem abaixo captada pelo fotógrafo Osvaldo Nocetti, o Coquinha, velho companheiro da imprensa catarinense. Vi a foto no Blog do Bonassoli e, sem cerimônia, surrupiei. Abre o olho Magoo!

A bela Floripa tá parecendo Londres, o istepô! As pontes sumiram da frente dus bago dus meus ólho!

Para ver mais fotos e saber as circunstâncias da clicada dê uma vasculhada no Blog do Bonassoli .

Marx, o profeta

A frase abaixo foi pinçada pelo jornalista Milton Coelho da Graça, que a publicou em sua coluna no jornal Diário da Manhã. Depois dizem que Karl Marx está fora de moda,

"Os donos do capital vão estimular a classe trabalhadora a comprar bens caros, casas e tecnologia, fazendo-os dever cada vez mais, até que se torne insuportável. O débito não pago levará os bancos à falência, que terão que ser nacionalizados pelo Estado"

Karl Marx (1818-1883), no livro Das Kapital, 1867

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

CPI da Receita

Depois dos últimos acontecimentos vai sair no Congresso a CPI da Receita. Da receita de pizza, é claro.

O senado já saiu na frente e até publicou a receita em seu jornal.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Gallo cantou, Lambranho correu e Leo nasceu

Nasceu hoje, em Brasília, mais um herdeiro da nação manezinha itinerante. Leo, filho dos jornalistas Lúcio Lambranho e Cristina "Flit' Gallo, botou a cabeça para fora e encarou esse mundão às 9h23min, pesando 3,345 Kg e medindo 50 cm. Parto normal. Mãe e filho estão ótimos. Só mesmo o Lúcio que tá defeituoso, todo abobalhado.

Já providenciei a camiseta do Figueira pro moleque e um charuto para o papai (que fodam-se as leis anti-fumo). Minha Adriane ficou na responsa das flores para a mamãe.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Jornal do Senado dá receita de pizza

Depois de um longo sumiço, período em que abandonei o blog para seguir algumas loiras, volto com uma notícia digna do realismo fantástico. O Jornal do Senado, copiando o Estadão da época da censura (de ontem e de hoje), usou a página 16 da edição de ontem (17/08) para publicar receitas. E qual prato está entre as dicas?

Pizza fingida!

Acho que não precisa dizer mais nada. Abaixo, para os "são thomé" segue a reprodução da página e o detalhe da receita. Se é que alguém vai ter coragem de engolir...


quarta-feira, 15 de julho de 2009

Lembram do que Lula falava de Sarney?

Hoje, o presidente Lula é o principal guarda-costas de Sarney. Protege sua cadeira de presidente do Senado com a presteza de um fiel escudeiro. Talvez pelo fato do ex-presidente possuir uma das cópias da chave que pode abrir a caixa-preta do governo petista. Mas no passado, Lula não morria de amores pelo "Pinochet do Maranhão". Vejam no vídeo abaixo o tratamento "carinhoso" que ele dispensava a esse homem nada comum.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Desejo realizado


O colega Frank Maia realizou, com sua charge desta terça-feira, o desejo da maioria dos brasileiros. Fez Sarney desaparecer. Frank é chargista do jornal A Notícia, de Santa Catarina.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

É rola, é rola....

Cicinho é um dos fundadores da Associação Armorial Patafísica Rusticana "Pacotão", o tradicional bloco carnavalesco e de protesto aqui de Brasília. Na ditadura, esse pessoal vivia tomando no lombo por ironizar os generais.

Tempos atrás Cicinho (o único sem chapéu aí da foto), autor de diversas marchinhas do Pacotão, foi convidado pelo hoje deputado federal Rodrigo Rollemberg para compor um jingle para sua campanha. Sacana por natureza, cantarolou de bate pronto:

"As mulheres querem é...
Rola...
Rola...
Rollemberg!

Cicinho também é autor do sucesso "Quem tem CUT tem medo!".

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Zona no Senado

Se você achava que o Senado é uma putaria, agora pode ter literalmente certeza. Matéria de Andrei Meireles na revista Época desta semana revela o "bunker" secreto do diretor Agaciel Maia. O local, de 100 metros quadrados, ao qual se tinha acesso por uma "escada secreta", era usado, entre outras coisas, para encontros calientes. Na matéria "As tarde molhadas de Agaciel" a revista relata detalhes dessa saleta, também utilizada por senadores. Lá, os visitavam gozavam de sofás, tapetes fofinhos, telão para exibição de filmes, DVDs pornôs, frigobar e iluminação "diferenciada". Encontraram no local até um tubo de KY, lubrificante íntimo, pela metade. Quem guardava a entrada da sala era uma secretária assim descrita pela revista: "moça elogiada pela beleza e boa forma física".

terça-feira, 30 de junho de 2009

Ministro agride jornalista

O ministro dos Transporte, Alfredo Nascimento (PR), está levando a sério sua pasta e, para mostar que "toca obras", resolveu "tratorar" um jornalista. O caso ocorreu em Manaus e o repórter da CBN, que denunciou a agressão, registrou a confusão com o celular. Confira mais no Portal Imprensa.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

"Atos secretos" da PF

A Polícia Federal, que vive vazando "informações sigilosas" de seus inquéritos e operações, também tem sua "caixa-preta". Seus gastos com cartões corporativos são "secretos". Tecnicamente são "informações protegidas por sigilo, nos termos da legislação, para garantia da segurança da sociedade e do Estado".

Segundo dados do Portal Transparência da Controladoria-Geral da União, em 2009 a PF já gastou R$ 6.310.312,76 com os cartões. Só perde para a Presidência da República, que alcançou a cifra de R$ 7.636.929,89. Deste total, R$ 7.198.051,37 se enquandram no mesmo carimbo de "secreto" utilizado da PF. Ou seja, nós mortais não saberemos onde foi aplicado esse dinheiro.

Tá certo que a PF precisa de sigilo para executar suas investigações, mas que dá uma curiosidade danada, isso dá. Pelo menos é possível saber quem gasta mais entre os "homi". O grosso vai na Coordenação de Administração, que já consumiu em 2009 o montante de R$ 1.289.435,65. Entre as superintendências, a campeã de gastos com cartões coorporativos é a da Bahia (R$ 582.269,38), seguida pela de São Paulo (R$ 534.375,94). Em terceiro vem a de Pernambuco (R$ 494.728,87 ).

Em Brasília, onde circula a nata do "colarinho branco", a superintendência só gastou R$ 50.248,06.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Petrobrás quer quebrar sigilo de fonte

Depois de causar a maior polêmica ao divulgar as perguntas dos jornalistas antes de as matérias serem publicadas, agora o Blog da Petrobras quer quebrar o sigilo de fonte, um direito constitucional dos jornalistas (artigo 5°, inciso XIV). "Indignada" com matéria do Correio Braziliense que divulgou os salários de marajá dos diretores da estatal, a assessoria da empresa pergunta como o jornal conseguiu as informações. O mesmo expediente é usado com o jornal O Globo, que fez matéria sobre a ligação entre um diretor da empresa e os "aloprados" de Lula.

Tenho a impressão que o blog é feito por profissionais que desconhecem a Carta Magna e que jamais leram o Código de Ética dos Jornalistas. Devem achar que a decisão do STF sobre a não obrigatoriedade de diploma para o exercício do Jornalismo também revogou a Constituição.

A MTV morreu

A MTV simplesmente ignorou a morte de Michael Jackson. Leia mais na ótima crítica feita pelo blog Rock Brasília.

Quadrilha pitoresca

A tradicional festa junina do ex-senador José Jorge (DEM-PE), que agora é ministro do TCU, rolava animada na quarta-feira, em Brasília, quando aconteceu um fato pitoresco. A cúpula da política nacional bebericava, beliscava guloseimas e batia papo com jornalistas. Por volta das dez e meia chega o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes. De imediato, o locutor da festa anuncia:

_ E aí pessoal, tá na hora de formar a quadrilha!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Tá explicado, meu xeique!

Agora ficou claro porque dia desses o presidente Lula, ao recharçar a tese do terceiro mandato, disse que, depois de deixar o cargo, queria ser presidente da Petrobras. Quem ocupa a função ganha R$ 710 mil por ano, sem contar as regalias que o cargo oferece, revela nesta quarta-feira o jornal Correio Braziliense. Muito, mas muito mais do que recebe de salário o Presidente da República.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Mais Antigo: Mobilização pela rede dá resultado.Não sei se o ideal...

Após a denúncia (saiba mais aqui) de descaso e abandono com o acervo do jornal O Estado, o "Mais Antigo", parece que o ex-dono do jornal tomou providências. Não sei se dá para confiar em uma pessoa que deixou um arquivo fotográfico de 90 anos chegar ao ponto que chegou. Alessandro Bonassoli, o Maggo, traz as novidades em seu blog. Tá tudo aí.

Um retrato cruel do meu passado


Devo fazer parte da última geração de jornalistas que "baixou" jornal em laudas. Que catucou uma Olivetti em ritmo frenético na hora do "fechamento". Engoliu um cigarro atrás do outro, em plena redação, tentando garimpar uma última informação com o "dead line" apontado para o pescoço. Caçou a fonte pela cidade, pois o sujeito não estava em casa e nem no trabalho. Não era possível dar uma ligadinha para o celular.

Também tive o privilégio de viver a experiência da transição da máquina de escrever para o computador. De um dia para o outro ajudar um jornal diário a atravessar "essa ponte". De lá para cá vieram as homepages, os sites, os blogs, o twitter...

Comecei a escrever essa história em 1993, no jornal O Estado, de Santa Catarina. O nosso "Mais Antigo" me "formou". Deu aquele empurrão que o curso de Jornalismo da UFSC, sozinho, não conseguiu imprimir. Lembro que na época, estudante, costumava ser perseguido pelo sindicado já que trabalhava sem diploma, "exercia ilegalmente a profissão". Hoje, uma grande ironia.

Mas não consigo rir do presente de minha primeira escola de jornalismo. O Estado faliu há poucos anos, depois de mais de nove décadas de circulação e, nesta semana, recebo um retrato cruel do meu passado. A sede do prédio foi totalmente depredada, o arquivo fotográfico, testemunha da história catarinense, jogado ao chão, junto a ratos, baratas e infiltrações. O arquivo de jornais dilacerado sobre as cadeiras que sentei. Tudo de pernas para o ar. Agregado a cena, enxerguei o vulto abatido daquele menino encrenqueiro que durante cinco anos escreveu, lá, suas primeiras linhas.

Um crime dos responsáveis pela massa falida e uma negligência das autoridades, que parece que agora começam a se mexer após vídeo divulgado pelo jornal Biguaçu em Foco.

O escândalo provocou a revolta de muitos companheiros que construíram parte de sua história no "Mais Antigo". São várias as manifestações de indignação. Destaco o do camarada Celso Martins, um dos meus grandes incentivadores, responsável pela escolha do nome de meu filho, e um amigo que, pela distância, muito me faz falta. Acho que ele, eu sua sabedoria, soube, neste momento triste, homenagear todos os que por aqueles corredores passaram e hoje estão perplexos com a situação.

O velho "bigode" não aguentou, foi lá registrar o descaso (veja as fotos). Precisava confirmar se o vídeo não era de ficção. Deu de cara com uma triste realidade.

ps: Se não preservam a memória de O Estado, a minha será preservada. A partir de amanhã passarei a escrever algumas histórias vividas no "mais antigo" diário de Santa Catarina.
ps: Fotos de Celso Martins

Lula e a impunidade

Em mais um discurso torto, o presidente Lula, tentou, ontem, de uma vez só, restringir a liberdade de imprensa e limitar a atuaçãodo Ministério Público e do sistema judicial como um todo. Para proteger os acusados de falcatruas que, segundo ele, não são "pessoas comuns", caso do presidente do Senado, José Sarney, o petista criticou o denuncismo da imprensa e disse que quem comete um erro (sic) no exercício da função pública só precisa pedir desculpas. Assim, estaria tudo resolvido.

Nessa receita de Lula, um político flagrado metendo a mão no dinheiro público não precisa sequer devolver o produto do roubo, basta, na maior "cara de pau", pedir desculpas. Isso era de se esperar de um presidente que diz que Sarney "tem passado que lhe garante muitas coisas". Garante a impunidade, por exemplo?

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Chantagem geral no Congresso

Com o lamaçal batendo no teto da cúpula do Senado, altos funcionários e senadores envolvidos com falcatruas colocaram em ação a "operação chantagem". Estão intimidando os parlamentares que querem investigar a roubalheira e, nesta segunda, passaram a ameaçar veladamente a imprensa afirmando que possuem vários dossiês contra jornalistas que cobrem o Congresso.

Pura estratégia de bandido. Se há alguma coisa contra senadores e a mídia, que os responsáveis pelas "investigações secretas" assumam a autoria das denúncias e as divulguem.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Gilmar Mendes ataca de novo

Depois de reclamar do uso de algemas durante a prisão de poderosos, de perseguir um juiz que mandou prender um banqueiro corrupto (que pagava para não ser investigado), de ter feito turismo em Fernando de Noronha as custas do erário, de torrar R$ 114.205,93 em diárias de viagem nos 13 meses de sua gestão, de acabar com a exigência de diploma de jornalista, de incentivar patrões a tentar desregulamentar outras profissões, enfim, de envergonhar a justiça brasileira, o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, agora chama um colega da corte de burro.

Manifesto aqui meu total apoio ao ministro Joaquim Barbosa, homem de coragem, de luta e que chegou ao STF por mérito, sem precisar fazer favores aos poderosos, muito diferente de muitos sanguessugas da República.

"Ouvir as ruas é mesmo uma idiotice, afinal, o povo é formado só por ignorantes. Nós, aqui de cima, da elite, é que devemos ditar o que esses bárbaros devem fazer. Afinal, os idiotas não reagem!".

Deve ser mais ou menos assim que Gilmar Mendes pensa.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Minha profissão tem as armas de Jorge!

Caro ministro Gilmar Mendes:

Minha profissão tem as armas de Jorge!

Mesmo que meus inimigos tenham pés, não me alcançam.

Mesmo que tenham mãos, não me tocam.

Mesmo que tenham olhos, não me enxergam.

Nem mesmo no pensamento podem me fazer mal.

Armas de fogo, meu corpo não alcançarão.

Facas e espadas se quebrarão sem o meu corpo tocar.

Cordas e correntes arrebentarão, sem o meu corpo amarrar.

Pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge.

Jorge é de Capadócia,

Salve, Jorge! salve, Jorge!
Salve, Jorge! salve, Jorge!
Salve, Jorge! salve, Jorge!

Ministro de quatro membros

O ministro Gilmar Mendes, homem tão sapiente, acaba de dizer no Jornal da Globo que não é mais preciso registro no "Ministério da Educação (sic)" para exercer a profissão de jornalista.

Cabe lembrar ao ministro:

Também não é necessário registro no CRM para exercer a profissão de advogado. Tem que procurar a OAB.

No caso dos jornalistas, era preciso procurar o Ministério do Trabalho, sábio ministro!

Aliás, não estaria na hora de extinguir o registro (a prova e a absurda mensalidade) na OAB para o exercício da profissão de advogado?

Também não estaria na hora de acabar com essa história de ministro do STF ser escolhido pelo Presidente da República?

Não estaria na hora, ainda, de publicar, após trânsito em julgado, o fim da hiprocrisia neste país?

terça-feira, 9 de junho de 2009

Procon no sexshop

Vinha hoje para o trabalho com a rádio CBN ligada quando escuto uma notícia intrigante. Numa operação especial alusiva ao Dia dos Namorados, o Procon, o Inmetro e a Vigilância Sanitária do Distrito Federal foram às ruas para uma blitz em motéis e sexshops. A dos motéis foi feita ontem e não constatou nenhuma irregularidade (oba!) nos 28 estabelecimentos vistoriados. Amanhã acontece a "devassa" nas sexshops. Os detalhes dessa operação aguçaram minha criatividade de jornalista. Fiquei imaginando que tipo de irregularidade iriam encontrar e como eu, repórter, escreveria essa matéria. Resolvi exercitar.

Vai ai em três versões, apenas com o título e o lead. Além disso é muita punhetação:


Jornal liberal, pero no mucho: Procon multa sexshop por vender vibrador abaixo da medida

O Procon do Distrito Federal multou ontem três sexshops durante a operação "Dia dos Namorados". Os estabelecimentos vendiam produtos fora das especificações descritas na embalagem. Em um dos casos identificados, um vibrador da marcada "power" apresentava comprimento três centímetros inferior ao informado pelo fabricante. A loja foi multada em R$ 5 mil, mas ainda pode recorrer do auto da infração. Segundo a chefe da operação, Fulana de Tal, "a redução do tamanho do produto ilude o cliente e configura propaganda enganosa, infração prevista no Código de Defesa do Consumidor".


Tablóide popular: Sexshop vendia vibrador broxa

Não dá para confiar nem mais em sacagem. Numa operação em lojas de sacanagem do Distrito Federal, realizada na tarde de ontem, o Procon flagrou uma série de putarias que os lojistas estavam fazendo com os consumidores, Encontraram até um vibrador anal broxa, incapaz de ser introduzido no fiofó do cliente tarado. Durante a blitz, uma agente do Procon balançou o instrumento e constatou que o consolo era muito molenga para efetuar o serviço descrito em sua embalagem.

Também foram encontradas na lojinha calcinhas comestíveis que provocam indigestão.


Tablóide sensacionalista: Comprou consolo e irritou a periquita

Sem marido e já caidinha, com cotação baixa entre a macharada, a funcionária pública Fulana de Tal resolveu apelar para a fantasia e recorreu a uma sexshop de Brasília para consumar seus desejos sexuais. Comprou um consolo max, que prometia prazer total e satisfação garantida. Acabou parando no Hospital Santa Inês com a perereca em brasa, toda empolada.

Esse foi um dos casos que levou o Procon de Brasília a realizar, na tarde de ontem, uma operação nas lojas de putaria de Brasília. Técnicos do órgão constataram diversas sacanagens, uma delas a que vitimou a funcionária pública solitária. Exames feitos pelo Inmetro apontaram que os "inferninhos" vendiam vibradores de material vagabundo que, logo no primeiro uso, descascavam, provocando um "fogo no rabo" dos usuários. A loja foi fechada e, por enquanto, a putaria tá interditada.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Cigarrinho fiado

O Sílvio, dono de um boteco que eu frequento aqui em Brasília, é daqueles comerciantes que seguram o freguês no balcão com suas histórias. Ontem, contou uma inacreditável.

Relata o Sílvio que um velho freguês chegou no bar pedindo um maço de cigarro fiado. Anotar na caderneta esse tipo de produto é uma espécie de tabu para dono de boteco. Com o Sílvio não é diferente. Alegou que comprava cigarro à vista, que não podia fazer um negócio desse, que ia virar mania no bar, enfim, que não vendia cigarro fiado. O cliente, conformado, lhe pediu então dois reais emprestado.

Pego de surpresa e para não ser taxado de sovina na frente dos outros fregueses, Silvio tirou do bolso a nota e entregou para o camarada.

Agradecido, o sujeito deu a volta no bloco e retornou todo sorridente no boteco. Bateu com a mão no balcão e esticou a nota em direção ao dono.

_ Ô Sílvio! Me dá um maço de Derby!

terça-feira, 2 de junho de 2009

Congratulações às vítimas

O deputado Zenaldo Coutinho, do PSDB do Pará, apresentou nesta terça-feira, na Câmara, um voto de congratulações às vítimas do acidente com o avião da Air France. Congratulações?

O próprio, minutos mais tarde, se tocou da derrapada e arremeteu:

"...peço retificação do requerimento anterior pela morte das pessoas, vítimas do acidentes do voo da Air France, para trocar também a palavra congratulações por pesar, pelo falecimento das vítimas daquele episódio do avião", remendou o parlamentar.

Devastação S/A

O camarada Marques Casara convida para o lançamento, no dia 10 de junho, de mais uma edição da revista Observatório Social, que desta vez esmiuça o esquema de exportação de madeira ilegal do Brasil.

Em relato aos colegas, mestre Índio dá o lead:

"Após 11 meses de apuração e 15 mil quilômetros rodados, reportagem do Observatório Social mostra como funciona o esquema de exportação de madeira ilegal para Estados Unidos, Ásia e Europa. Dentre as pérolas da apuração, a confirmação de que o programa Extreme Makeover, exibido pelo canal People+Arts, usa madeira oriunda de desmatamentos ilegais na Amazônia".

Saiba aqui detalhes da reportagem e coordenadas para o lançamento.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Meninas voadoras


Não é montagem não. São as meninas do salto ornamental de Brasília brincando num festival de natação no último sábado. Para não ter dúvida, seguem abaixo as fotos sem censura do Photoshop. Meu filho Pedro também esteve por lá e ganhou mais uma medalhinha. Conto essa logo, logo.


sexta-feira, 29 de maio de 2009

O domador de bichos


Tenho a impressão que o Pedro vai acabar trabalhando num daqueles programas de TV que os caras se metem no meio do mato atrás de bichos. Dessa vez a vítima foi uma tartaruga do parque Olhos D'Água, em Brasília. A gurizada é fã dele.


Os patos conseguiram escapar. Mas há dois anos um sapo se lascou.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Congresso, circo e animais


Imagem mais que sugestiva a capturada pelo fotógrafo Tuca Pinheiro na manhã desta quarta-feira na frente do anexo II da Câmara dos Deputados. Engraçado que, durante a tarde, o elefante foi retirado. Quem foi o animal?

Ferro neles

Jorge Gerdau, um dos maiores empresários do país, defendeu nesta quarta-feira, na Câmara dos Deputados, a desoneração de impostos sobre a índústria e a flexibililação da legislação trabalhista como medidas para o Brasil enfrentar a crise. No fim do discurso, uma das pessoas que acompanhavam o evento comentou com um colega:

_ Em resumo ele quis dizer que quanto mais ferro a gente levar melhor.

A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Lula abre o jogo

O presidente Lula, que vem negando reiteradamente sua intenção de disputar um terceiro mandato, apesar de sua base manobrar várias iniciativas para aprovar essa proposta no Congresso, deu ontem uma pista de que o Planalto e ele mesmo podem estar por trás desse movimento. Num "ato falho" em Salvador "deixou escapar" que pensa no assunto.

Sua fala passou despercebida por grande parte da imprensa, mas o jornal O Estado de S. Paulo registrou o episídio "no pé" de uma matéria sobre sua passagem pela Bahia. Diz o texto:

Depois de ser saudado com o refrão de suas campanhas eleitorais - "olé, olé, olá, Lula, Lula" -, no Teatro Castro Alves, onde comemorou o Dia da África, o presidente ouviu um pedido à porta do Hotel Pestana, onde está hospedado: "Presidente, plebiscito, terceiro mandato." Lula apenas riu e apontou para os jornalistas. "Tem de falar isso para a imprensa." Mas, abordado pelos repórteres para explicar o que queria dizer com aquilo, Lula não quis fazer nenhum comentário.

A manifestação do presidente pode ser interpretada de diversas maneiras. Seria uma "brincadeira" com a imprensa, uma crítica contra a mídia ou um aviso de que, se houver apoio da sociedade (aí entra a impresa) ele topa dar o golpe do terceiro mandato?

Sem dúvida, é um sinal de alerta.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Janela enrustida

Pode-se falar de tudo do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mas é preciso reconhecer que ele é um homem muito, mas muito esperto. O parlamentar acabou de apresentar na Câmara uma proposta que vai salvar o governo do desgaste de defender uma "janela" para a infidelidade partidária, o odioso troca-troca. O Planalto havia enviado a Casa uma proposta que concedia anistia para os politicos que trocassem de partido no mês de setembro do ano anterior a próxima eleição. Isso porque o lei eleitoral só permite que uma pessoa dispute a eleição se estiver filiada ao partido pelo prazo mínimo de um ano antes do pleito. O projeto governista foi para a gaveta depois de ser intensamente bombardeado pela mídia, que argumentou que o governo queria driblar a decisão do TSE e do STF de que o político que muda de partido perde o cargo, já que o mandato pertence ao partido.

O que fez Eduardo Cunha? Simplesmente reduziu o prazo mínimo de filiação de um ano para seis meses, o que permite que o político saia de seu partido e desembarque direto nas conveções partidárias de outra legenda para disputar um novo mandato. Mas seu projeto não anistia ninguém. O parlamentar que mudar de partido ainda ficará sujeito a responder processo de requisição de mandato. Perfeito?

Imagine isso na prática. Atolada com os preparativos para a eleição e com os infindáveis processos de candidatos x candidatos, partidos x partidos que decorrem da disputa eleitoral, onde a justiça vai arrumar tempo para julgar um processo de perda de mandato? É claro que não haverá julgamento algum e o processo terá como destino o arquivo. Com isso, o infiel será reeleito por outro partido e não correrá o risco sequer de ser punido com a perda de seis meses de mandato. Está inaugurada, assim, a "janela enrustida" para o "troca-troca".

Muito esperto esse Eduardo Cunha. Resta saber o que ele vai ganhar em troca.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

De quem é esse bumbum?


No Congresso também há espaço para um refresco no meio de tanto escândalo. Quem adivinhar quem é essa moça ganha três estrelinhas.
A foto é de Tuca Pinheiro.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Fura cofre

Se a CPI da Petrobras acabar com a "Diretoria de perfurar cofre" já terá prestado um grande trabalho ao país.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

MINCabeça

Só foi o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, dar a careta na marcha da maconha para ter início uma onda acachapante de protestos. Parlamentares subiram foram às tribunas da Câmara e do Senado, neste segunda, para pedir a Lula a cabeça do ministro.

Mas baseado em quê?

Dizem que ele dá mau exemplo para a juventude, que faz apologia das drogas, que é um maluco...

Tem deputado até usando um argumento viagem: "Como ele pode ser ministro do meio ambiente se derruba uma árvore para queimar!".

Minc tá nem aí. É cabeça feita.

(foto do jornal O Dia)